CAPADOCIA

A série de alto padrão da HBO Latino-americana surpreende pela delicadeza em que as  situações são representadas.

Personagens riquíssimos se interagem em um cenário obscuro de historias pessoais ainda mais chocantes. São mulheres que (fatalmente ou não) tiveram a vida drasticamente transformada após serem presas em Capadócia, um presídio mexicano, cuja diretora Teresa Lagos, tenta sensivelmente defender os direitos das reclusas e torna-las um pouco mais humanas.

As representações são divinas e os personagens parecem muito próximos das “pessoas de carne e osso”, convivendo diariamente com o lado animalesco e violento do ser humano, que quando está trancafiado em uma cela, perde em parte, o senso de espaço e integração social

O drama das detentas mantém o clima de ação e suspense sempre vivo. Dos melhores personagens (que por sinal, são muitos), não se pode deixar de citar “La Negra”. A agente penitenciária de caráter duvidoso torna-se por vezes engraçada no duro (me arriscaria a dizer: cruel) tratamento que dá as detentas. Utiliza-se de força bruta desnecessária e além do assédio sexual com as reclusas, envolve-se na exploração da força de trabalho e da mão de obra barata.

O drama pessoal do Drº José Burian, psiquiatra do presídio é fascinante. Filho de uma prostituta e um padre tenta esconder a todo o momento seu passado maçante que se tornou ainda mais cruel, quando sua mãe foi presa. Burian mostra-se sempre atento aos problemas das detentas, porta-se de maneira generosa com todas elas, mas não resiste a noites de orgias e bebidas.

A obscura “La Negra” interpretada pela atriz Aida Lopez

Não se pode esquecer de Andréa, filha mais velha e problemática de Tereza, que após a separação dos pais, torna-se uma garota rebelde e “insuportável”. Andréa faz de tudo para chamar atenção dos pais, que estão sempre ocupados, o drama da menina vai ficando ainda mais obscuro quando ela se apaixona por um aluno da sua mãe, sem saber que os dois estão tendo um caso.

A representação da penitenciaria pela TV Mexicana ilustra uma situação que não está tão distante do Brasil, são mulheres de várias idades e níveis sociais, confinadas em um local que as torna cada vez mais animalescas (banhos comunitários, celas sujas, sexo, abandono, violência). A exibição da terceira temporada está marcada para o dia 19 de setembro, com exibição no Brasil pelo HBO Signature.

Anúncios

2 thoughts on “CAPADOCIA

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s