10 motivos para assistir “A Madrasta”

A Madrasta - Victoria RuffoQue eu sou uma noveleira de plantão, todo mundo já sabe… Pois é! Mas, apesar de ter assistido inúmeras novelas, eu possuo as minhas preferidas… e uma delas, é A Madrasta. Se você já viu, deve saber os motivos. Se gosta de novelas e ainda não assistiu, acho que vale a pena dar uma olhadinha neste post:

1) Muitos mistérios: Maria é uma mulher que foi acusada injustamente de um assassinato, pelo crime ficou presa muitos anos e foi afastada do seu esposo e filhos. Livre, ela decide voltar para a mansão onde morava, e assim investigar a verdadeira identidade do assassino. No decorrer da história outros crimes vão acontecendo e descobrimos uma enorme teia de motivações secretas, algumas bem bizarras!

2) Personagens complexos: Você não sabe muito bem quem é o vilão ou o mocinho da trama. Tem hora que você ama o personagem e tem hora que quer matá-lo. A maioria do elenco principal possui um segredo e é difícil não ir submergindo na tentativa de desvendá-los.

3) Núcleos bem definidos e atores luxuosos: Todos os ganchos levantados pela trama foram bem amarrados e finalizados com destreza. É basicamente o que falta em muitas séries por aí, que apresentam uma pergunta ao espectador, mas não lhes oferece a resposta. Esse aspecto se torna ainda mais problemático quando existem muitos personagens e núcleos envolvidos… resumindo: às vezes os autores e diretores se enrolam. Bom, é Salvador Mejía né pessoal… E acho que em grande parte, é dele o mérito de ter tão bons atores em cena: ele conseguiu reunir os grandes, como Sabine Moussier, René Casados e Cecília Gabriela… é como juntar Meryl Streep e Fernanda Montenegro num filme só…
Amadrasta

4) O casal de protagonistas, César Évora e Victoria Ruffo: Eu já mencionei quão incrível é o elenco, mas acredito que eles merecem um destaque. São encantadores. O César Évora sempre foi o ideal de homem pelo qual me casaria sem pestanejar. Aliás, como ele é charmoso! Sobre a Victória, que eu sei que arrasta milhões de fãs por aí (e não é por menos),  foi a primeira e única vez que a acompanhei em uma novela. Nunca vi outros de seus trabalhos. Ela tem olhos lindos e em cena, chora como ninguém.

5) Ciclo de vinganças! Falem a verdade… nós adoramos uma trama cheia de vinganças, com muita gritaria e tapas no rosto. Aqui é o que não falta, reviravolta atrás de reviravolta. Me lembro até hoje da cena em que a Maria sai da prisão e volta para a casa dos Sán Roman e todo mundo, a encara…boquiabertos!

6) “Víveme” era o tema da abertura. É uma música linda, daquelas de ouvirAmadrasta inúmeras vezes sem cessar, daquelas que dá vontade de sair cantando em voz alta (bem alta!) por toda a casa. A música era entoada por Laura Pausini, que a lançou em seu álbum “Resta in ascolto” em novembro de 2004.

Dois anos depois, o single venceu o Billboard Latin Music Awards na categoria “Canção Pop Latina Feminina do Ano”. Fora isso, também recebeu duas nomeações ao Prêmio Lo Nuestro. Não bastasse ser linda, tinha uma relação direta com a história narrada pela trama já que, entre outras menções, se referia a um objeto cheio de significados na história, um quadro: “Y te transformas en un cuadro dentro de mí. Que cubre mis paredes blancas y cansadas”

7) Rivalidade entre irmãs: A relação entre a Albinha e a Carmen era uma coisa bizarra, principalmente porque as duas tinham uma personalidade muito diferente e guardavam um segredo cabeludo. Jacqueline Andere e Margarita Isabel são um detalhe à parte, uma delícia vê-las contracenando, duas grandes atrizes. Bom… a Alba era absurdamente má, enquanto a Carmen era um amor… e a Alba, estava sempre censurando a Carmen em suas atitudes, uma relação que pode ser muito bem resumida nessa imagem:

148995_prof

8) Cenas inesquecíveis: Essa novela é cheia de cenas de tirar o fôlego, tipo… o acidente da Alba,os segredos das irmãs sendo desvendado, o desaparecimento da Ana Rosa, a loucura do Demétrio, o julgamento da Maria! (…) 

9) Uma novela de sucesso: A novela foi um estouro, no México, aqui no Brasil  e internacionalmente. A Televisa chegou a criar um especial, contanto o que aconteceu com os personagens “dez anos depois”. E em 2007, quando foi reprisada, a novela ganhou um novo final!! Também, posteriormente à exibição foi lançado um dvd com um resumo de 11 horas da trama. 

la-madrastra-16_590x39510) Final surpreendente: Nós estamos acostumados em assistir tramas que giram em torno de um assassinato e, geralmente, o criminoso é o vilão. Pois, em A Madrasta, a identidade do assassino ficou muito bem guardada, até o final e como existia uma gama de possibilidades, já que praticamente todo mundo era um pouco o vilão, era realmente difícil saber o responsável. Eu sou absurdamente apaixonada pelo final, porque me remete à Psicose (de Hitchcock)…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s