Duas novelas de amor

Fernando Tavares Sabino 12Nunca tinha lido nada de Fernando Sabino, sorte minha foi encontrar três de seus livros por apenas um real. Onde encontrei vocês já sabem, comprei na mão daquele senhor que mora aqui perto de casa e que ganha doações de livros e os vende a preço simbólicos. Duas Novelas de Amor possui dois rápidos contos que abordam o universo feminino de uma forma sensível e delicada.

O livro apresenta duas perspectivas muito diferentes sobre o amor, enquanto Silviana é uma menina sonhadora e romântica, Ester é uma mulher marcada pela solidão de um casamento infeliz e sem sucesso. A primeira história “O outro pai” me lembrou as tramas rodriguianas, uma quase tragédia familiar, cheia de sensualidade e segundas intenções. A segunda, “Noite única” escrita especialmente para Cacilda Becker, é uma história muito mais feminina e de uma tristeza ímpar.

806669

– O outro pai:  Silvania é uma jovem que está prestes a se formar no ensino médio, ela mantém um namoro as escondidas com Ricardo. Não se sabe porque, mas sua mãe não vê com bons olhos a relação que ela possui com o garoto. Um dia, antes da formatura, Silvania descobre que Marcos não é realmente seu pai.

Um drama se estabelece em sua casa, já que a menina e o padrasto criam uma relação amorosa e mãe tem consciência de tudo e claro, desespera-se. O estranho é que até aquele momento, Marcus tratava Silvania como uma menina, como sua filha e, depois de seu segredo ser revelado, entra em um conflito interno.  

A história se passa em Belo Horizonte, 1948. Sabino esclarece: “Quando escrevi a história, antes de conhecer e admirar as de Joseph Conrad, Anton Tcnhekhov, Henry James e outras obras primas da literatura universal, eu vivia sob a poderosa influência dramática dos romances brasileiros de Octavio de Faria. Era um tempo em que amor, sexo e culpa, subordinação à religião, constituíam praticamente uma só realidade, tanto para a adolescência da personagem como para a mocidade do autor. Desde então parece ter havido uma liberação gradual dos costumes em meio a juventude, com reflexos na literatura, inclusive na minha.”

– Noite única: É Ano Novo e Ester está preparando o jantar. Ela aguarda a chegada de inúmeros convidados, enquanto analisa a disposição de cada um deles à mesa. O problema é que o tempo vai passando, os fogos começam a estourar e ninguém chega. Isso mesmo, nenhum dos convidados chega e Ester passa a noite de ano novo sozinha. Quer dizer, quase sozinha, já que seu ex-marido, Rodrigo, reaparece para lhe fazer uma visitaO rancor entre os dois é visível, tanto que chegam a trocar tapas. Ao mesmo tempo, parecem cúmplices. Ester não consegue deixá-lo ir embora e Rodrigo chega a chorar em seu colo. 

2 thoughts on “Duas novelas de amor

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s