Eu li: Formaturas Infernais

downloadZumbis, vampiros e monstros nunca me entusiasmaram muito. Acho que um dos poucos filmes sobre vampiros que assisti e gostei foi “Fome de Viver”, mais porque tinha Deneuve, Sarandon e Bowie numa miscelânea deliciosa.

Enfim… “Formaturas Infernais” veio parar em minhas mãos, li porque não tinha nada melhor pra fazer. Li e gostei – me senti como uma garota de 15, 16 anos, viajando nas histórias bizarras das autoras, com um fundo romântico e juvenil. Em suma, o livro é até um bom passatempo, legalzinho sabe¿ Nas histórias, namorados que morrem acidentalmente e viram zumbis, caçadoras de vampiros,  anjos e bruxas com vestidos que pegam fogo, buquês amaldiçoados… muita ação, perseguição e sensualidade. (Me chamou atenção que a maioria das histórias foram escritas em primeira pessoa!).

São cinco contos que possuem histórias de terror e todas as histórias se passam no baile de formatura (tão comum nos states, não tanto no Brasil). O livro reúne autoras do momento, que fizeram um sucesso estrondoso e conquistaram milhões de fãs… Entre elas Meg Cabot (autora de “Tamanho 42 não é gorda” e “O Diário da Princesa”) e Stephenie Meyer (autora de “Crepúsculo”).

Você precisa assistir: “Hand of God”

Tô vidrada numa série americana, super dramática e inteligente, que não é tão famosa como deveria (e mereceria), mas que vale muito o tempo dispensado.  Se trata de “Hand of God”, produzida pela Amazon, lançada em setembro do ano passado. A série conta a história do juiz Pernel Harris, que sofreu um trauma terrível: há nove meses seu filho tentou suicídio depois de ver a esposa ser estuprada por um estranho. Desde então, o comportamento polêmico de Pernel vem levantando a desconfiança de sua esposa, Crystal, e dos seus colegas de trabalho. Pernel simplesmente se converteu religioso e passou a “ouvir a voz de Deus”… e Deus quer que ele encontre o criminoso que violentou sua nora e levou seu filho ao suicídio.

306334

Em todos os momentos o personagem é questionado sobre sua sanidade, afinal… se Deus realmente está falando com ele, porque não indica logo onde está o criminoso¿ Não bastasse, Pernel está metido em inúmeras falcatruas e está prestes a perder o posto por causa de suas atitudes estranhas. O fato é: ele acredita que o filho irá acordar, mesmo com todos os especialistas dizendo que isso não vai acontecer. Pernel está tão lunático que não percebe que está entregando toda a sua fortuna nas mãos de Paul (um ex-ator que se diz padre, mas que não se passa de um charlatão).

Ron Perlman é realmente incrível, nunca tinha visto nada dele além do famoso Hellboy… sério, ele é muito bom! Segura toda a carga dramática do personagem, que é muito obscuro e denso. Do lado dele, a maravilhosa Dana Delany (que eu amo desde Desperate Housewives) e que, absurdamente, fica mais bonita a cada dia.