só pra constar, eu fui apaixonada por Smallville

2287362-141271-1280

Eu realmente me sinto culpada por não ter assistido todas as temporadas de Smallville, ao mesmo tempo, quando eu penso na possibilidade me dá uma preguiça sem tamanho. Foi uma série que fez parte da minha adolescência, eu assisti a primeira vez no SBT (e nem achava ridículo aquele subtítulo de “as aventuras do superboy”). Eu era bem novinha vai… pra você ter uma ideia, gravava os episódios em VHS todos os domingos. Pois é, nem tínhamos o aparelho de DVD em casa e quando compramos, ganhei o primeiro episódio da série – foi uma loucura, assisti umas mil vezes.

Pelo caminho mais óbvio eu deveria ser apaixonada pelo Clark, mas não. Eu até o achava bonitão, mas sem graça pra caramba. Gostava mesmo era do pai e da mãe dele, era fissurada nos dois, Jonathan e Martha Kent. Isso é normal¿ Eu adorava o carinho e o respeito do casal, e tenho vivos em minha memória muitos momentos marcantes. Também gostava da doçura da Lana, mas me identificava principalmente com a Chloe, que era inteligentíssima, tinha um humor ácido e era jornalista (profissão que sempre me encantou e que escolhi seguir).

00-S2SM-001

Por mais que a série se apoiasse em naqueles efeitos e nos superpoderes de um jovem menino do interior, ela tinha todo um cenário escolar e familiar, com questionamentos bem juvenis e problemáticas adolescentes. Obedecer os pais ou não, as primeiras paixões, em qual grupo se encaixar na escola, a rotina dos estudos e todas aquelas coisas que quem tem mais de quinze anos já viveu. Fora, que a trilha sonora era sensacional.

Eu parei de assistir na quarta temporada, acompanhava diretamente os lançamentos (e sabia todos os nomes dos episódios) até que a história deixou de me encantar. Pelo pouco que assisti da trama subsequente, a história foi ficando cada vez mais sombria (como Harry Potter) e o Clark cada vez mais consciente de seus poderes, mais forte e destemido. Espero realmente um dia poder criar ânimo e descobrir como a série acabou, em suma, quando assisto os antigos episódios, tenho lembranças muito boas.

  • A série sempre contava com a participação de personagens que apareciam em apenas um episódio e que eram chamados de “freaks”ou “monstros” e tinham alguns poderes. Essas pessoas foram afetadas pela chuva de meteoros que atingiu a cidade (que era na verdade, marcou chegada de Clark ainda bebê à Smallville) e sempre apareciam para amargar a vida do super boy. Era muito legal o lado vilão desses freaks e ao mesmo tempo, o lado humano, sempre tinham uma história triste por trás e a gente não sabia se ficava com raiva ou com dó.
  • Para saber algumas curiosidades, clique aqui

2 thoughts on “só pra constar, eu fui apaixonada por Smallville

  1. elaine reis diz:

    Hahahaha, disse tudo.
    E tb me identificava com a Chloe!!
    Até hoje não sei se teve um fim ou como terminou, pois abandonei. Uma pena! Mas, fez parte da minha vida sim, rsrsrs… Bjoo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s