Amor, sexo, culpa e traição… que livro bom!

820966

Fernando Sabino é um dos autores brasileiros que, no momento, mais desperta o meu interesse. A verdade é que eu gostaria de ter lido mais de seus livros. Há algumas semanas terminei de ler A Faca de dois gumes e enquanto lia, mergulhei em cada um dos contos, cheios de sensualidade, humor e suspense. Sabino é um escritor belo-horizontino, nascido em 1923; fez parte do Grupo Mineiro, liderado por Carlos Drummond de Andrade e Martins de Almeida. Seu conto de estréia foi Os grilos não cantam mais, de 1941.  Dentre as suas obras mais famosas estão O homem nu (de 1960) e o Grande Mentecapto ( de 1979).

O livro reúne uma trilogia, histórias independentes (e escritas em momentos diferentes da vida do autor) que narram três crimes. Em suma, todas as histórias possuem uma forte relação com o  amor e com os sentimentos de culpa e dúvida. De todos, gostei mais do segundo… uma espécie de quebra cabeça que me encantou pela genialidade da narrativa e pelos encontros e desencontros dos personagens.  Nessa história, chamada “Martini Seco”, um casal entra num bar e começa a discutir. Ele vai ao banheiro e ela ao telefone. Os dois voltam à mesa, ela toma um gole da bebida e cai fulminada. A polícia acredita que ele a matou, enquanto ele jura que enquanto estavam discutindo, ela tinha ameaçado se matar. Ou seja, o que aconteceu naquela cena, um assassinato ou um suicídio?

O primeiro dos contos possui inspiração na obra machadiana Dom Casmurro, “O bom ladrão” conta a história de um cara que se apaixona por uma mulher de comportamento duvidável, ela é uma ladra que não não mostra arrependimentos de seus crimes (na verdade, pequenos furtos, digamos…crimes sutis). O problema é que o amor que ele sente por ela  é tão grande que o faz cúmplice e às vezes, até mesmo responsável por alguns delitos.  A terceira história é sensacional, é ela que dá nome ao livro e que posteriormente inspirou o filme  de Murilo Salles, de 1989. Um advogado leva uma vida perfeita junto ao filho e a esposa. Um dia, descobre que ela o trai e enfurecido, decide assassiná-la. O plano é brilhante, o crime é perfeito… mas uma reviravolta inesperada acontece e sua vida se torna um inferno.

Mergulhei nessas histórias, alucinada para descobrir a resolução de cada um dos crimes. Histórias inteligentes, diálogos dinâmicos e muito humor negro. Uma delícia de livro!

One thought on “Amor, sexo, culpa e traição… que livro bom!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s