[Série] A casa das flores

A casa das flores
O estilo das novelas mexicanas foi deixado para trás e a irreverência dos personagens é um dos diferenciais mais gostosos de A casa das flores, série produzida pela Netflix, estrelada pela queridíssima Verônica Castro e dirigida por Monolo Caro.

A frase de Tolstoi não poderia ser mais conveniente: “Toda as famílias felizes se assemelham, mas cada família infeliz é infeliz a seu modo.” No fundo, sabemos que ele está certo: toda família tem seus problemas e segredos e é normal que um pouco de hipocrisia esteja inserida nos lares que só transparecem amor e união.

Na casa da família La Mora (os Kardashians mexicanos) não poderia ser diferente. Muitos segredos são escondidos debaixo do tapete, até que um acontecimento quebra todo o ciclo vicioso de mentiras. Na festa de casamento organizada pela matriarca, Virgina, se descobre um cadáver na loja de flores da família (a que intitula a produção) e uma série de revelações são desencadeadas.

Repleta de humor negro e com diálogos dinâmicos, A casa das flores traz diversas reflexões sobre temas atuais (inclusive obre gênero e sexualidade).

La casa de las flores

Gosto, especialmente, da matriarca: a representação da adaptação do “velho diante do novo”.  Virginia possui uma mentalidade da perfeita família tradicional, ortodoxa. Mas no desenvolvimento da série é forçada a repensar sua postura para que a família permaneça unida. E é realmente engraçado o seu choque diante  às novidades trazidas pelos filhos e netos, como quando descobre que o seu genro é transexual.

Muito do encanto da personagem é reforçado por Veronica Castro, que é uma figura extremamente popular no México e que, inclusive, participou de algumas novelas e apresentou diversos programas da Televisa. Em uma entrevista, ela chegou a comentar que algumas cenas foram feitas de improviso (como a que ela canta a música da Yuri) e que tinha insegurança de aparecer em tela fumando maconha.

download

Dentre os filhos, o destaque vai para Paulina (interpretada por Cecília Suárez). Sua fala pausada (em reflexo aos diversos calmantes que toma) e sua constante tentativa de manter tudo em seu lugar faz com que tenhamos a impressão de que a personagem é uma mulher “fria e calculista”. Ao longo dos episódios o seu lado humano e materno é abordado de forma mais aprofundada, e é difícil não torcer para que ele se dê bem.

Com um elenco impecável e gatilhos que realmente prendem a atenção, A Casa das Flores ainda promete muitos momentos divertidos e de emoções. Agora, é esperar pela segunda temporada…

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s