Quem escreve?

th

Desde a criação do La Amora, tenho evitado essa pergunta: ‘Quem escreve?’

Quer saber, falar sobre sí mesmo é difícil demais… O quê eu posso dizer? Me chamo Thais, tenho 23 anos…

Ah não, não era assim que eu queria começar este texto, vou tentar de novo.

Sabe, quando escrevo sobre filmes me coloco como aquela espectadora cheia de emoções e sentimentos difíceis de explicar, mas que saltam pelos poros, lágrimas, dedos e se transformam em palavras. Amar o cinema e a literatura não foi uma escolha, nasceu comigo – e permanece.

Quando escrevo sobre os livros que li, comento na esperança de encontrar alguém que sentiu as mesmas coisas que eu (e também aquelas pessoas que não se sentiram como eu)… Acho que esse é o principal intuito do La Amora, compartilhar visões,  histórias, perspectivas…

(Um dia, quem sabe, completo esse texto)

Anúncios

25 thoughts on “Quem escreve?

  1. Gimeni Motta de Alkmim Fernandes diz:

    Ei, fiquei sabendo de seu Blog por intermédio da Cristina, sua linda e coruja mãe. Ela tem razão: É muito legal. Parabéns!

  2. Ofélia Amaral diz:

    Boa Noite Thaís!
    Estava na web procurando pelo título (que não consigo lembrar), de um filme que assisti há muitos anos, noventa e pouco, e de repente vim parar aqui.
    Talvez você possa me ajudar a descobrí-lo a partir da pouca lembrança que tenho dele: Se não me falha a memória ele é um filme mexicano (mas pode ser espanhol), constava como comédia apesar de eu ter achado se tratar de um drama familiar. Não lembro do enredo do filme, mas lembro-me que uma das personagens principal se chamava Carmensita, era uma pessoa feia e amargurada… Se você tiver conhecimento dele me passe por favor.
    Grata desde já.

  3. Thais dos Reis diz:

    Ofélia, como vai!? Poxa, eu não conheço esse filme. Fiz até uma pesquisa com as informações que você me deu, mas não consegui encontrar nada, nem no IMDB. Você não se lembra de mais algum detalhe?

    Não sei se você já ouviu falar do blog do A.C (http://www.historiasdecinema.com/), mas ele tem um conhecimento sobre cinema mexicano muito mais amplo do que o meu, dê uma pesquisada lá também. Vou continuar procurando. Se você encontrar primeiro me passe o nome, fiquei curiosa! Abrçs! Thais.

    • Ofélia Amaral diz:

      Olá Thaís!

      Primeiro, obrigada pelo interesse.
      Acho que errei quanto a época do filme, creio que ele é de 2000 ou meados deste ano.
      Lembro realmente muito pouco da história, aliás, nada, só que realmente é um bom filme.
      Vou pesquisar sim e se obtiver algum êxito passo para você.

      Abraço!
      Ofélia.

  4. Andresa Melo diz:

    Hey, eu descobri seu blog pela tag Maggie Smith kkkk Pq adoro ela, ai dps comecei a ler outras postagens suas e ameio blog. Parabéns! 🙂

  5. Maria Thereza Maia diz:

    Amo seu blog minha amiga linda… mas troca ali que vc é estudante de jornalismo, pq agora vc já é uma jornalista formada… acho chic…bjsss

    • Thais dos Reis diz:

      Jorge, como vai? Li seu comentário no dia que você postou e, desde então, tenho pensado em como respondê-lo. Ainda não sei a resposta, pra falar a verdade. Mas acho que eu levaria um filme que eu amo “Baby Jane”, levaria uma comédia para os dias mais tristes, talvez La Comunidad (que sempre me faz rir). Confissões (do Tetsuya Nakashima) – que um dos filmes mais inteligentes que eu já vi. Também levaria Sinedoque NY – acho que é o filme da minha vida. E um clássico que nunca vi, talvez Videodrome… dizem que é sensacional… O que acha? E vc, quais levaria??

      Obrg pelo comentário. Beijos!

  6. Carla Sousa diz:

    Olá Thais!

    Cheguei aqui porque me encontraste. 🙂 Eu sou daquelas pessoas que acredita no poder infinito do universo e que tudo acontece por alguma razão (ainda que nem sempre a percebamos à primeira). Digo isto, porque nem sempre vou pesquisar quem começa a seguir o meu blog, mas, neste caso, fiquei curiosa com o nome do teu espaço e com os títulos que apareciam na descrição do teu perfil. E gostei!
    Eu adoro cinema, livros (ou o mundo das palavras, melhor dizendo), música e outras artes. Gosto de pessoas. Pessoas que têm as emoções à flor da pele, que cultivam o imenso poder dos afectos e que gostam de partilhar o que as rodeiam. Assim sou eu! Daquilo que já li, penso que me vou encontrar muitas vezes nos teus textos. 🙂

    Passarei aqui sempre que possível.

    Um abraço!

    Carla

  7. laynnecris diz:

    Realmente falar sobre si é ainda algo muito complicado (acredito que pra muita gente). Mas, acho que devíamos ter esse olhar que vc tem com os filmes, livros, cinema, etc. Penso que de um modo meio moderado, mas sim.. olhar para nós mesmo e ir descobrindo-nos cada vez mais.

    Abraços

  8. sardinhaforadalata diz:

    Já nem sei como aqui vim parar. Acho que sugestão do wordpress. Ou ele acha que a “amora” dava um bom bolo ou acha que eu devo ver mais filmes. 🙂 Amo o teu blog, sem duvida um “must have” sempre à mão. Espero poder dedicar mais tempo a explorar as tuas sugestões. :-*

  9. Lucas Monteiro diz:

    Olá Thaís, venha de uma terra longínqua para te fazer um convite/proposta, como posso entrar em contato com você tirando aqui?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s