O deus de madeira

eldiosdemadera

Gente, eu adoro histórias que envolvem casais de idades diferente, especialmente mulheres mais velhas com homens mais jovens, pode? Também amo a Marisa Paredes, então acho que esse filme foi feito sob medida para a minha pessoa. Quer dizer, mais ou menos.

“El dios de Madera” foi produzido em 2010 e dirigido por Vincente Molina Foix e conta a história de Yao, um rapaz do Senegal que fugiu para Madrid com o objetivo de conseguir algum dinheiro e mandar para a família. Vivendo a triste e difícil realidade dos imigrantes ilegais, Yao passa a vender produtos artesanais na rua e volta e meia, se escondendo da polícia. Ele faz amizade com Rachid, um mulsumano que, por necessidade, trabalha como cabeleireiro. Rachid é gay e está envolvido com o jovem Roberto, um webdesigner. Um dia Yao conhece María Luísa, uma vizinha viuva e logo cai de amores por ela, sem saber que María Luísa é mãe de Roberto.

el-dios-de-madera-fotos

O filme é um romance água com açúcar agradável, mas deixa a gente na mão quanto a dinâmica do enredo. É um filme lento demais, sem aquele clímax marcante e parece até um pouco artificial, sabe? É porque foi meio difícil identificar uma química entre Marisa e Madi Diocou (o ator que interpreta Yao). Diocou parecia  confuso,sem saber o que tava fazendo ali naquele filme…

De qualquer forma, é sempre bom ver Marisa. Aqui ela está bem delicada, alegre e incorpora bem a mulher madura aventureira, que deseja viver as loucuras de amor novamente. Maria Luíza só peca por ser homofóbica.